Carly Rae Jepsen entra na lista “As Melhores 200 músicas da década de 2010” da Pitchfork
07.10.19
Matéria publicada por Douglas Vasquez

A década de 2010 está quase no fim. Os últimos 10 anos foram de extrema importante para o cenário musical, pois segundo a Pitchfork, “a tecnologia tornou o acesso, a criação, a distribuição e o consumo de música muito mais fácil do que qualquer outro ponto da história da humanidade”.

Como tradição, a publicação não deixou de listar as 200 melhores músicas lançadas na última década. Carly Rae Jepsen, que estourou no cenário musical em 2012, não ficou de fora. Mas ao contrário do que você possa estar pensando, não foi com Call Me Maybe (provavelmente uma das primeiras músicas que contribuíram para a construção da cultura viral nesta nova era, antes do streaming) que a canadense alcançou o Top 40, e sim com Run Away With Me.

“36.

Carly Rae Jepsen: Run Away With Me (2015)

A proposta é simples e familiar: escapar, de mãos dadas, da realidade. Ainda assim, Carly Rae Jepsen vende a ideia com uma convicção envigorante em Run Away With Me. Ela está chapada com a possibilidade de um romance, e suas letras soam tão difíceis de parar que a única solução lógica é deixar [a música] embalá-la completamente. Abastecida pelo som do saxofone e uma bateria colossal, Jepsen repete o seu convite [de fuga] com alegria até que o resto do mundo se derreta [por ela]. “Over the weekend, we could turn the world to gold”, ela murmura com sua devoção silenciosa, deixando a imagem de dois amantes apaixonados pairar no ar.

O single pertence ao terceiro disco da cantora, E•MO•TION, que recebeu aclamação unânime pela crítica. A review para a Pitchfork foi escrita por Quinn Moreland.

Ícone.

Carly Rae Jepsen ficou em posição acima de singles de outras cantoras como Florence + The Machine, Adele, Katy Perry, Lorde, Lana Del Rey, Charli XCX, Robyn, Beyoncé e Rihanna — as cinco últimas tiveram diversos singles no ranking, inclusive no Top 10. Veja a lista.